Aditivos | Adoçantes | Alimentos funcionais |  Amidos | Análises | Aromas | Aves  | Bebidas | Carnes | Cereais | Cromatografia | Embalagens | Extrusão | Frutas e Hortaliças | Geoprocessamento | Gomas | Laboratórios | Laticínios | Legislação | Massas | Microbiologia |Óleos e Gorduras | Panificação | Pescados | Rações | Reciclagem | Reologia | Saúde | HACCP | GMP | 

Home
Acima
Cotação
Anunciar no site
Desenvolver Projetos
Site Map

 

 

 
 
 
 

Transporte do Leite do Estábulo Leiteiro para o Estabelecimento Industrial

 

Permite-se o transporte do leite em carro-tanque isotérmico, do estábulo leiteiro ao estabelecimento industrial, desde que o leite seja mantido sob refrigeração à temperatura máxima de 5o C. A transferência do leite do tanque estacionário para o veículo coletor processar-se-á em circuito fechado e em local devidamente coberto;

Os estábulos que operam nesse sistema deverão possuir na "sala de leite", instalações, equipamentos reagentes mínimos necessários à realização das provas de densidade, acidez e resistência do leite (alizarol);

Paralelamente serão colhidas amostras do produtor, devidamente acondicionadas; para complementação dos exames no estabelecimento de pré-beneficiamento e/ou industrialização. A colheita dessas amostras será feita por pessoal habilitado para esse fim, e em condições apropriadas aos exames físico-químicos e microbiológicos. Nesse sistema, cada carro-tanque ou compartimento deverá ser acompanhado permanentemente da relação dos produtores cujo leite integra o volume transportado;

O carro-tanque deverá ser dotado de compartimento destinado ao transporte do leite desclassificado;

Quando o transporte do leite tipo "B" se processar em latões, exige-se que estes sejam identificados com o produtor e pintados com uma faixa de cor verde à altura das alças;

Os veículos transportadores de latões deverão ser providos de toldos para proteção do leite dos raios solares, chuvas e outras intempéries.

 

Acima ] Estabelecimento ] Intermediário ] Beneficiamento ] Expedição ]

 

 

 

 Clique aqui para desenvolver seus projetos com o setor1